Roteiro: como aprender gastando pouco

O roteiro de uma HQ é tão importante quanto a arte, afinal, de nada adianta um desenho super bonito se a história (ou a forma como a história é contada) não for igualmente boa. Infelizmente, se já são poucos os cursos específicos de quadrinhos, aqueles que dão a devida importância ao roteiro são em número menor ainda. A grande maioria dos cursos que existem focam muito mais na arte, e os preços estão fora do alcance para muitos de nós.

Na verdade, não é que os cursos sejam caros. Considerando o trabalho, energia e tempo que um profissional gasta ao elaborar e ministrar um curso, na maioria dos casos o valor é justo. Infelizmente, por inúmeras razões (desemprego, subemprego, etc.), muita gente não tem como pagar. O que fazer, então? Desistir do ssonho de ser quadrinista? Claro que não!

Veja também: 17 dicas para aprender a desenhar

Existem formas alternativas de aprender. Pode dar um pouco mais de trabalho, mas funcionam. Veja só as dicas abaixo:

  1. Exercite a sua escrita regularmente. Escreva textos num blog, no Facebook, enfim, lugares onde outras pessoas possam ler e dar feedback. Se você ainda estuda, cole no(a) professor(a) de Português, peça a ele(a) que analise seus textos. Roteiro não é livro, mas também exige uma boa escrita.
  2.  Invista em oficinas, workshops e palestras sobre roteiro de HQ. Muitos desses eventos são gratuitos ou, pelo menos, custam mais barato que um curso – é claro que o conteúdo também é bastante limitado, mas quebra um galho. Acompanhe atentamente a programação de centros culturais, museus, gibitecas e bibliotecas de sua cidade, e também da secretaria de cultura do seu estado para saber quando há algum evento do tipo.
  3. Leia HQs sempre procurando prestar mais atenção no desenvolvimento da história, no texto, do que na arte. Experimente imaginar o que você faria diferente, se fosse o roteirista.
  4. Leia resenhas críticas de HQs que você conhece e reflita se você concorda com o autor ou não, e porquê.
  5. Experimente criar HQs curtas e simples, e mostre para os amigos para ver o que eles acham. Se você não gosta de desenhar, faça com bonecos de palitinho mesmo, se o roteiro for bom, com certeza alguém vai notar e comentar (tipo, “o desenho tá horrível, mas gostei da história”). Se estiver preparado para críticas mais pesadas, publique na internet e peça feedback.

Não é nada tão difícil de fazer, não é mesmo? Então, corre atrás do seu sonho de ser quadrinista, vai!

The following two tabs change content below.

Equipe HnP News

Latest posts by Equipe HnP News (see all)