Petra Leão recebe apoio após ameaças virtuais

Petra Leão, roteirista do gibi Turma da Mônica Jovem, vem recebendo apoio de profissionais de HQ após ter sofrido ameaças por causa de um quadro onde a Mônica diz a frase “meu corpo, minhas regras”. O quadro foi publicado fora de contexto pelo filósofo Osvaldo de Carvalho para ilustrar um de seus posts no Facebook. Acusada de fazer apologia ao aborto, Leão tornou-se alvo de críticas e ameaças nas redes sociais.

Em seu Twitter, o também roteirista Marcelo Cassaro observou que ele não foi atacado apesar seu nome aparecer junto ao de Petra Leão como responsável pelo roteiro do gibi, e acrescentou: “Tirem suas conclusões sobre a não-existência de machismo no meio nerd, ou sobre a valentia dos agressores.”

Além de Cassaro, manifestaram apoio a Petra Leão o roteirista J. M. Trevisan, Cassius Medauar, gerente de conteúdo da editora JBC, o escritor Leonel Caldela, a roteirista Rebeca Puig, entre outros.

Veja também: leia o mangá online Player

A página da Turma da Mônica Jovem no Facebook postou uma mensagem de esclarecimento sobre o caso, que segue abaixo na íntegra:

“O que aconteceu mesmo?

Na revista Turma da Mônica Jovem nº 94, os melhores amigos da Mônica ficam opinando se ela deve ou não usar um aparelho dentário, por uma questão estética.
No entanto… essa é uma decisão que cabe única e exclusivamente à Mônica. E a sua turma entende, aceita e respeita isso. Porque gosta dela do jeito que ela é.
Há mais de 50 anos, as histórias em quadrinhos da Mauricio de Sousa Produções são feitas para divertir e entreter, mas também para levantar discussões saudáveis, sempre com muito respeito a todos.”

Além da Turma da Mônica Jovem, Petra Leão também escreveu para a revista Dragão Games, fez roteiros para o mangá nacional Holy Avenger e a minissérie Victory, que a tornou a primeira roteirista feminina a publicar nos Estados Unidos.

 

 

The following two tabs change content below.

Equipe HnP News

Latest posts by Equipe HnP News (see all)